Série C: Paysandu com clima de velório após empate em casa

26 de julho de 2022 Off Por admin

Série C: Paysandu com clima de velório após empate em casa

Técnico Márcio Fernandes tenta reanimar jogadores, fala em levantar a cabeça e foco no duelo contra o Campinense pela penúltima rodada

O gol do visitante saiu num erro da defesa bicolor e o treinador Márcio Fernandes saiu em defesa dos jogadores. Papão segue em segundo

Categorias: Futebol Brasil

Por: Rivail Oliveira, 25/07/2022

Gualberto estreou no Papão. foto: Jhon Wesley – Paysandu

Belém, PA,  25 (AFI) – Lamentações. Assim estava o clima, após um empate “com sabor de derrota” em casa, 1 a 1 do Paysandu com o Figueirense, nesta noite de segunda-feira na Curuzu,no fechamento da 16ª rodada da Série C do Brasileiro. Apesar de bem colocado com 27 pontos, em segundo, o Papão vencia por 1 a 0, mas cedeu o empate ainda no segundo tempo: 1 a 1. O gol do visitante saiu num erro da defesa bicolor e o treinador Márcio Fernandes saiu em defesa dos jogadores.

“O Bruno (Leonardo, defensor), vinha fazendo uma partida boa, de segurança. Teve uma infelicidade e acabou escorregando. Proporcionou o gol do Figueirense. A equipe estava fazendo uma grande partida, equilibrada e sentiu o gol. Passamos sufoco e quase levamos o segundo gol”, disse o técnico que ainda explicou que conversou com jogador rapidamente no vestiário.“Ele estava bem entristecido. Quando um perde, todos perdem. Quando ganha, todos ganham. São coisas que acontecem. Temos que dar força para ele. Ver o que podemos fazer. Ele tem um nível bom. Não pode se abater. Aconteceu em momentos no Paysandu, mas precisa de força para reagir. Estamos no caminho certo. Estamos em segundo lugar. Pedimos desculpa ao torcedor. Nos incentivaram, nos deram força, mas infelizmente não demos alegria para eles. Vamos conseguir a classificação fora”,  prometeu o treinador.

LEVANTAR A CABEÇA

Segundo Fernandes frisou na coletiva de imprensa, agora o seu time que é que levantar a cabeça. “Temos três jogos para conseguir dois pontos. Acredito que com 29 avançamos. Não podemos baixar a cabeça e ficar derrotados por nós mesmo. Claro que teremos problemas no caminho, mas precisamos ser fortes e superar isso”, destacou. Segundo o técnico, o time perdeu a Confiança após o gol do time catarinense: “Perdemos a confiança.  Tentamos levantar o ânimo dos jogadores. Foi nítida que a equipe deu uma arriada. Poderíamos ter perdido o jogo logo em seguida. A confiança caiu e começamos a errar passes, que é normal. Temos que ter serenidade para reerguer esse grupo. Temos tudo para conseguir a classificação”, finalizou.  Sábado, às 19h, o Papão encara o Campinense, fora de casa pela rodada 17ª rodada, a antepenúltima da primeira fase.

ESTREIA DE DALBERTO

“Dalberto foi um pedido meu. Ele estava triste no CSA, pois não vinha participando. Ele é versátil e vai nos ajudar muito. Hoje, teve um pequeno visto do que ele pôde fazer. Quem ganha com isso é o Paysandu”, ressaltou.

Agora é pensar no jogo do Campinense e na classificação:

“Vamos enfrentar uma equipe que não está bem na tabela, mas que luta para não cair. Vamos encontrar um jogo hostil, mas um campo que dá condições para jogarmos. Trabalhei em Campina Grande e conheço bem. Sei que várias coisas envolvem um jogo, mas temos que pensar dentro para buscar a vitória. Vamos classificar. Não temos nenhuma dúvida. Deixamos uma oportunidade passar hoje e vamos buscar fora. Quando voltarmos, vamos dar essa alegria ao torcedor. Depois olhar a chave que vamos pegar na próxima fase. Primeiro vamos buscar essa classificação”, ponderou.

Confira também:

Fonte: www.futebolinterior.com.br/serie-c-paysandu-com-clima-de-velorio-apos-empate-em-casa