União Cruzmaltina desfila na noite desta 6ª-feira na Intendente Magalhães; carnavalesco Rodrigo Almeida projeta – VASCONet

União Cruzmaltina desfila na noite desta 6ª-feira na Intendente Magalhães; carnavalesco Rodrigo Almeida projeta – VASCONet

21 de abril de 2022 Off Por admin

SIGA-NOS

União Cruzmaltina desfila na noite desta 6ª-feira na Intendente Magalhães; carnavalesco Rodrigo Almeida projeta Quinta-feira, 21/04/2022 – 08:22 O amor e a vontade de entregar um lindo espetáculo para o famoso ‘Carnaval do povo’ fez com que as escolas filiadas na Intendente Magalhães superassem os desafios que surgiram ao longo destes dois anos de pandemia causada pela covid-19. Mais de 30 agremiações tiveram que retomar os trabalhos de forma remota, além de lidar com os antigos problemas, como estrutura para a construção de carros alegóricos, confecção de fantasias e falta de investimento para compra de materiais, que em sua maioria são importados da China.

Mas isso não foi o suficiente para fazer com que os carnavalescos do subúrbio do Rio desistissem de preparar os tradicionais desfiles. Sendo motivados por uma onda de superação entre os integrantes que sobreviveram à covid e também aqueles que perderam seus empregos com a crise financeira, as agremiações enxergam os dias de desfiles como a celebração do fim de um período de tanto sofrimento e incertezas.

“Foram dois anos de incertezas, mas as escolas seguiram trabalhando, mesmo em home office. O retorno dos desfiles é aguardado por todos, as agremiações fizeram um lindo trabalho e vão ser coroados na avenida. Independente da disputa, todas já são vencedoras”, disse o presidente da Superliga Carnavalesca do Brasil, Clayton Ferreira.

O carnavalesco da União Cruzmaltina Rodrigo Almeida, de 35 anos, esteve nesta segunda-feira no barracão onde os carros alegóricos são montados, em Oswaldo Cruz, na Zona Norte do Rio. Ao DIA, ele contou do sentimento para este ano. “A parte mais bela é reencontrar as pessoas e saber que estão bem. É o encerramento de um ciclo, tudo que está aqui foi projetado antes e durante a pandemia. Esse Carnaval causa em nós uma mistura de emoções. Muitos integrantes viveram por muito tempo sem emprego. Ver eles se reerguendo é muito emocionante… é a parte mais emocionante de tudo isso”, diz.

Faltando apenas quatro dias para a União Cruzmaltina desfilar na série Bronze, Rodrigo conta que a produção já está bem avançada. “Tivemos um presidente que lutou e resolveu todos os problemas que foram surgindo, as fantasias estão prontas desde 2021. Inclusive, temos tecidos com as marcas de 2021 que decidimos manter, esta é uma forma de lembrar tudo que passamos até o desfile”, conta.

Porém, nem todas as escolas conseguiram ter esse mesmo resultado. Nos barracões ainda há muitas alegorias em etapa de finalização e outras ainda em etapa de construção. Gian Carlos, 56, fundador e presidente da Guerreiros Tricolores, também da série Bronze, conta que este ano muitas escolas não conseguiram contar com a ajuda das escolas de samba maiores, como acontece tradicionalmente. “A dificuldade este ano está sendo tão grande que nem as agremiações maiores conseguiram tempo para nos ajudar. Mas o Carnaval da Intendente é um carnaval feito de superação, os recursos são mínimos possíveis e é aí que a paixão aflora ainda mais e nos dá força para continuar”, afirma.

Há 10 anos envolvido no Carnaval do Rio, Gian revela que este será um ano atípico. Ele não sabe o que esperar do público. “Ainda ficamos com esse temor diante do Carnaval após a pandemia. A questão da motivação não é a mesma, causa um pouco de medo, de receio… mas estamos tentando conseguir superar essas coisas todas”, garante. A Guerreiros Tricolores desfila no mesmo dia que a União Cruzmaltina.

Duas noites de espetáculos

Com entrada franca, o público presente vai curtir duas noites de grandes apresentações. No total, 33 escolas vão cruzar a pista levando suas comunidades para o maior espetáculo da terra. Quem for assistir deverá apresentar o cartão de vacinação para acessar as arquibancadas populares.

No grupo de avaliação, 21 escolas lutarão por 8 vagas para o acesso à Série Bronze em 2023. Já no Bronze, 12 agremiações disputam por 6 vagas na Série Prata no próximo Carnaval. Os desfiles da Série Prata acontecerão nos dias 29 e 30 de abril.

Veja a ordem:

Grupo de Avaliação – 21 de Abril – 20h

1º Império de Brás de Pina 2º Bangay 3º Coroa Imperial 4º Alegria do Vilar 5º Flamanguaça 6º Mocidade Unida da Cidade de Deus 7º Camisa 10 8º Unidos da Barra da Tijuca 9º Balanço do Irajá 10º Unidos de Cosmos 11º Império da Zona Norte 12º Coroado de Jacarepaguá 13º Concentra Imperial 14º Unidos do Cabral 14º Império de Nova Iguaçu 16º Tubarão de Mesquita 17º Acadêmicos da Pedra Branca 18º Colibri 19º Gato de Bonsucesso 20º Flor do Jardim Primavera 21º União Rio Minas

Série Bronze – 22 de Abril – 20h

1º Mocidade Unida do Santa Marta 2º Acadêmicos do Jardim Bangu 3º União Cruzmaltina 4º Império de Petrópolis 5º Acadêmicos do Dendê 6º Acadêmicos do Peixe 7º Império Ricardense 8º Vicente de Carvalho 9º Guerreiros Tricolores 10º Unidos de Manguinhos 11º Acadêmicos de Jacarepaguá 12º Arrastão de Cascadura

Rodrigo Almeida, carnavalesco da União Cruzmaltina

Fonte: O Dia

Compartilhe

Like this:

Like Loading…

Fonte: vasconet.com.br/2022/04/21/uniao-cruzmaltina-desfila-na-noite-desta-6a-feira-na-intendente-magalhaes-carnavalesco-rodrigo-almeida-projeta